ff

Blog do Sarico - (54) 8135 1778 - fabiocrestani11@gmail.com
terça-feira, 14 de setembro de 2010
50 conselhos para os políticos

01 – Nunca mude de personagem.
02 – Não fale mal de seu adversário na frente da família. Ela nunca entenderá quando for seu parceiro.
03 – Nunca minta. Fale o necessário.
04 – Mais importante que ganhar eleição é seu antagônico perder. Dentro ou fora.
05 – A internet não substitui a imprensa.
06 – A imprensa continua importante.
07 – A imprensa não é fundamental.
08 – A notícia de hoje desaparece duas horas depois.
09 – Cuidado quando as noticias forem em série.
10 – Nunca tranque as portas. No máximo as feche.
11 – Há uma diferença em buscar recursos para fazer política e buscar a política para fazer recursos.
12 – A eleição de hoje não é a última da história.
13 – Ninguém sabe no exterior que o brasileiro é alegre e festivo. Nem aqui.
14 – Atire sempre na pessoa jurídica de seu adversário. Nunca na pessoa física.
15 – Ideologia na política não é tudo. Política sem ideologia é nada.
16 – Fique bravo por fora, e tranqüilo por dentro.
17 – Na TV se fala com voz escandida. No rádio se faz discurso.
18 – Seu assessor de imprensa não conhece a imprensa.
19 – Seu publicitário sabe muito menos que você sobre política.
20 – Sempre haverá um bêbado numa reunião. Dê a palavra a ele.
21 – Político: Mulheres se cumprimentam com olhar fixo e aperto de mão rígido. Política: Homens se cumprimentam, com olhar esguio e aperto de mão frouxo.
22 – Só polemize se souber o que vai dizer na quinta jogada.
23 – Seu adversário sabe tudo de você. Você só precisa saber uma coisa dele.
24 – Enxugue o suor de sua mão antes de apertá-la.
25 – Abrace o eleitor envolvendo-o. Ele é seu intimo. Nunca use freio de mão.
26 – Ouça seu eleitor envolvendo-o. Olhe para seus olhos olhando os cantos do rosto. Preste atenção.
27 – Cada aperto de mão é uma pesquisa qualitativa.
28 – As pesquisas tratam do que você deve fazer e não do que já fez.
29 – Case com uma mulher mais velha. Case com um homem muito mais velho.
30 – Aprenda a sorrir como o Blair e faça assim na TV e nos velórios.
31 – As âncoras da TV têm mais credibilidade que você. Não os desminta.
32 – É na pré-campanha que se fixa a imagem no celulóide. Na campanha se revela.
33 – Ataque com palavras sinonímicas. Nunca subindo o tom da voz.
34 – Use parábolas, eufemismos, mas sempre curtos.
35 – Deus não vota.
36 – O fotojornalismo é mais importante que o jornalismo escrito. Até que as manchetes.
37 – Fale com narrativas e imagens. Só assim vai gerar memorabilidade.
38 – Escolha a biografia de no mínimo dois políticos, e as conheça bem.
39 – História é o fundamento da política.
40 – Leia o noticiário do dia do veiculo que o vai entrevistar e o use como argumento.
41 – Os números quebrados impressionam mais.
42 – A retórica pomposa ridiculariza.
43 – Conheça umas 4 piadas sobre políticos. Curtas. E as use.
44 – Nunca desminta a imprensa: faça uma nova afirmação.
45 – Não é você que é bonito, mas o poder que você tem. Dura seu mandato.
46 – Em plenário, responda concordando, e prossiga discordando.
47 – A última palavra é a de Deus.
48 – O voto se pede. Não se suplica.
49 – A cada contato com o eleitor você deve estar como se estivesse acabado de tomar banho: alegre, perfumado, arrumado.
50 – Prometer o possível.

Postado por Sarico as 12:41 e tem 0 comentarios

Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

?timos Posts

Eleições 2010: usuários poderão acompanhar contage...
Dicionário Aurélio ganha versão tecnológica com ve...
América foi novamente goleado
O fim da velocidade na Avenida Dionísio
Clube Aliança – 61 anos
Declaração do IR
Sistema econômico cubano
Petrobrás
Lamentável
Revoluções diferentes

Arquivos

Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012

 

 

 

WM INTERNET