ff

Blog do Sarico - (54) 8135 1778 - fabiocrestani11@gmail.com
sábado, 16 de outubro de 2010
A RS 223 e a Justiça


Quem trafega pela RS 223, rodovia que liga Ibirubá ao Tio Hugo, no norte do Estado, e que está sendo reformada, encontra várias placas igual a esta ao longo do trajeto. A obra é resultado de determinação da Justiça que entendeu que o contribuinte não agüentava mais trafegar por uma estrada no estado em que se encontrava a mesma. Parabéns à Justiça.

A RS 223 esta concluída de Ibirubá até o trevo de Tapera. Ficou faltando a parte da descida do Rio Colorado, na divisa entre Tapera e Selbach, trecho de aproximadamente de 300 metros. Por outro lado não se tem notícias se os trabalhos seguirão até o Tio Hugo.

Postado por Sarico as 22:21 e tem 9 comentarios
9 Comments:
Anonymous Anônimo disse...

A obra não foi realizada por causa da decisão judicial. foi realizada por que tinha necessidade. Alias a Promotoria Pública Estadual andou atrazando algumas obras do Estado em razão de suas interferencias nos processos licitatórios. Ainda, o inicio da recuperação, se deu antes mesmo da primeira sentença de primeiro grau.

17 de outubro de 2010 10:02  
Anonymous Anônimo disse...

A obra não foi realizada por causa da decisão judicial. foi realizada por que tinha necessidade. Alias a Promotoria Pública Estadual andou atrazando algumas obras do Estado em razão de suas interferencias nos processos licitatórios. Ainda, o inicio da recuperação, se deu antes mesmo da primeira sentença de primeiro grau.

17 de outubro de 2010 10:02  
Anonymous Anônimo disse...

O mano ai não me convenceu. As placas falam em DECISÃO JUDICIAL. Será que entendi mal?

17 de outubro de 2010 10:22  
Anonymous Anônimo disse...

Parte da decisão proferida no referido processo pelo Juiz de Direito da Comarca de Tapera (Rodrigo de Azevedo Bortoli):

"Por fim, como complemento à original antecipação de tutela, deverá o DAER confeccionar e instalar, no prazo de 15 dias, sete placas identificadoras da origem judicial da obra (sendo duas delas de tamanhos maiores, as quais deverá instalar nas extremidades do trecho – quilômetros 17 e 47. E outras cinco, de tamanhos menores, as quais deverá instalar a cada cinco quilômetros, ao longo do trecho – quilômetros 22, 27, 32, 37 e 42). As placas maiores deverão ter as maiores medidas possíveis à espécie de rodovia e as menores, as medidas intermediárias. E, em todas, deverá constar o seguinte texto: “OBRA DECORRENTE DE DECISÃO JUDICIAL LANÇADA NO PROCESSO Nº 136/1.09.0000920-5, em setembro de 2.009”.

17 de outubro de 2010 17:08  
Anonymous Anônimo disse...

Eu já sabia e não é de hoje. Não tem nada a ver com Lote 11 ou com a vontade da governadora, mas com a vontade do Judiciário.

17 de outubro de 2010 19:26  
Anonymous Anônimo disse...

vamos destampar uma Brahma pelo asfalto!

17 de outubro de 2010 21:42  
Anonymous Anônimo disse...

BEM QUE O JUDICIÁRIO PODERIA FAZER ALGO COM A SEGURANÇA PÚBLICA TAMBÉM

18 de outubro de 2010 17:59  
Anonymous Anônimo disse...

Podiam alem de passar esse creme,que não vai durar nada,fechar tambem as cráteras que estão no acostamento.

21 de outubro de 2010 00:09  
Anonymous Anônimo disse...

E na cidade,tão brincando de fazer asfalto,50 metros numa rua 5 na outra,e ta fina a camada. Começar 1000 serviços pela metade não me parece coisa organizada muito menos qualidade.

21 de outubro de 2010 00:16  

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

?timos Posts

A verdade das privatizações
PENSAMENTO DO DIA
Inter
Beira-Rio e a Copa 2014
Empate técnico
DIA DO PROFESSOR
TV faz 60 anos no Brasil
Novas pesquisas para presidente
Ditadura civil
Perguntas que merecem resposta

Arquivos

Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012

 

 

 

WM INTERNET