ff

Blog do Sarico - (54) 8135 1778 - fabiocrestani11@gmail.com
segunda-feira, 29 de novembro de 2010
O inferno no Rio

O que está acontecendo na cidade do Rio de Janeiro não tem outro nome senão guerra. E das grandes, como no Iraque. Agora, estava na hora de a polícia mostrar quem é que manda nas ruas e que as leis estão ai para serem cumpridas, sempre. E por todo mundo. O tráfico andava de um jeito que não dava mais e tudo era visto com tolerância pelas autoridades.

Foi muito bom o governo fluminense ter pedido ajuda federal para colocar as Forças Armadas (Exército, Marinha, Aeronáutica) junto com as policias Federal, Militar e Civil nas ruas, em grande quantidade e armados até os dentes. A bandidagem viu toda aquela ação e “vazou” quando viu o tamanho do “pepino”. Aliás, o crime mostrou que não é tão organizado assim e que se o governo quiser, coloca um ponto final em qualquer ação dos contraventores. Basta querer.

Ri muito ao ver na TEVE aqueles homens armados, vestindo fardamento camuflado e com os rostos pintados ao melhor estilo Rambo Stallone, colocando a bandidagem para correr feito cusco assustado. Essa gente (bandidos), armada e em bando, coloca medo na população, mas quando encontram alguém do seu “tamanho” fogem feito ratos.

Por que o governo mantém os militares, altamente treinados e bem armados, nos quartéis? Eles foram preparados para um combate que nunca virá. Deveriam estar nas ruas, protegendo o povo e seu patrimônio. Soldados metem medo nos bandidos e tranqüilizam a população. Imagine o morador de uma favela carioca, ou mesmo paulista, saindo de casa tendo a certeza de que a “lei” está logo ali na esquina lhe protegendo e também a seus filhos. Coloquem os militares nas ruas para ver...

E sobre esta situação que vive a Cidade Maravilhosa lembrei de dois filmes nacionais: Ônibus 174 e Tropa de Elite 2. Os dois retratam muito bem a violência urbana naquela cidade. O primeiro mostra um ex-menino de rua que viu seus colegas serem assassinados por PMs, na Candelária, e que é colocado em instituições correcionais e sai delas mais violento do que entrou. O segundo analisa a corrupção no sistema e na polícia. A propósito. Tropa de Elite 2 deve fazer muita gente importante pensar.

Em 2014 teremos Copa do Mundo aqui e em 2016 as Olimpíadas. A cidade do Rio de Janeiro é o cartão de visitas do Brasil. E a nossa segurança, como estará até lá?

Outra coisa. Essa ação militar não acabará com o tráfico de drogas. É bom que se saiba disso. Por causa da lei da oferta e da procura, sempre haverá quem compra e quem vende. E se os chefões forem presos, outros ocuparão seu espaço. E quem fugiu não parará com seu “negócio”. Vai procurar outros Estados sem grande fiscalização, especialmente na fronteira. Não nos iludamos que essa invasão na cidade do Rio de Janeiro acabará com o trafico de drogas porque ele e a corrupção andam sempre juntos.

Enfim, o bom desta história toda que estamos vendo no Rio é que o Brasil aprendeu que ele pode muito mais do que pensa. Quando quer. E quando for persistente.


Postado por Sarico as 16:19 e tem 0 comentarios

Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

?timos Posts

Rio de Janeiro
América: Decisão pode não ser em Tapera
Vermelho a cor de 2010
São Luiz é o adversário do América e decisão será ...
O escolhido está na final do Estadual
América: vem ai outra grande batalha
Morreu Daniela Zir
O sonho dos vice-prefeitos
Estacionamento em Tapera
Transporte & Energia

Arquivos

Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012

 

 

 

WM INTERNET