ff

Blog do Sarico - (54) 8135 1778 - fabiocrestani11@gmail.com
quarta-feira, 19 de outubro de 2011
Faleceu Egon Zir

Faleceu nesta madrugada, aos 65 anos, em Carazinho, o jornalista e radialista Egon Elias Zir. O Egon foi gerente da Rádio Gazeta de Tapera, atual Cultura, entre 1986 e 1990. Foi ainda locutor e narrador esportivo. Em 1991 fundou em Tapera o jornal Expresso Regional, comandando-o até 1992.



O Egon enfrentava sérios problemas renais que o obrigava a sessões de hemodiálise semanalmente. Seu sepultamento será hoje, às 17h, em Carazinho.



Egon Elias Zir foi um ícone do rádio regional e tive a honra de trabalhar com ele na Gazeta, sendo seu repórter no programa de jornalismo e nas transmissões esportivas dos finais de semana. Dono de uma voz marcante, Egon Zir era conhecido por suas opiniões, seu conhecimento e a vibração nos lances que contava na quadra e no gramado.



Gremista, em 1983, ele foi ao Japão narrar a final do Mundial de Clubes, entre Grêmio e Hamburgo (Alemanha), para a Rádio Gazeta de Carazinho.



Estive com ele muitas vezes no Beira-Rio e no Olímpico, transmitindo jogos da Dupla pelo Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores. Jamais esquecerei o jogo em que o Inter perdeu a final para o Olímpia (Paraguai), em Porto Alegre, e que o Nilson errou um pênalti e o colorado perdeu o jogo e o título.



O rádio gaúcho está um pouco menor hoje porque parte dele se foi. O Egon era um tipo de profissional formado com uma liga que as universidades de Comunicação de hoje tentam recriar, sem sucesso. Aquela verve e estilo que ele tinha não existem mais nos dias de hoje. Nem o faz-tudo.



Mas, às vezes, o destino nos prega peças parecendo querer brincar com a gente. O Egon amava o rádio e passou seu conhecimento e amor à filha Daniela, para que ela continuasse a sua paixão pelo veículo, mas quis Deus que isso não se concretizasse porque levou antes a Daniela. O Guilherme, preferiu seguir outro caminho, longe do rádio. Anos atrás, aqui em Tapera ele até tentou mexer com rádio, mas não era a sua praia. Guilherme, à você e a sua mãe, Marli, os meus sentimentos. Saibam que o Egon se foi, mas deixou um legado aqui em Tapera que jamais será esquecido pelo que ele fez e ensinou quando a rádio engatinhava no município.



Valeu, Egon Elias Zir. “Nos conte o que só você viu ai embaixo, Fábio David Crestani...”. Foi um prazer e uma honra. Adeus!





P.S.: Se algum amigo dos tempos de rádio tiver uma foto onde aparece o Egon, me envia, faz favor. Obrigado.


Postado por Sarico as 13:38 e tem 0 comentarios

Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

?timos Posts

Alto Jacuí vai debater situação de suas rodovias
Expotapera 2011
Falcão eterno
Mais loucura
18 de Outubro – Dia do Médico
Cabeça a prêmio
Homenagem aos corruptos
O que é pior?
Frase do Dia
Saudades

Arquivos

Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012

 

 

 

WM INTERNET