ff

Blog do Sarico - (54) 8135 1778 - fabiocrestani11@gmail.com
segunda-feira, 31 de outubro de 2011
Região debaterá hoje em Tapera a situação de suas rodovias

Logo mais à noite, 19h, tendo por local o pavilhão comunitário da Vila Raspa, acontecerá audiência pública para discutir a situação das rodovias ERS 332, que liga Ibirubá ao Tio Hugo, e ERS 332, que liga Não Me Toque a Soledade. As duas passam por Tapera.



A audiência pública terá a participação do deputado Luis Fernando Schmidt (PT), presidente da Comissão de Segurança e Serviços Públicos da Assembléia Legislativa do Estado.



ERS 223 – A estrada foi recapada entre Ibirubá e Tapera, até a divisa com Victor Graeff. Em pouco mais de um ano a mesma está se deteriorando rapidamente. Além disso, o trecho de Victor Graeff ao Tio Hugo, que estava no projeto para ser concluído, não foi realizado. A rodovia tem problemas de sinalização.



ERS 332 – A rodovia, além de estar tomada pelos buracos entre Não Me Toque e Lagoa dos Três Cantos, está paralisada. A mesma também tem problemas de sinalização.



Além de discutir a situação das rodovias do Alto Jacui a proposta é de que seja instalado um redutor de velocidade na Vila Raspa, local da audiência pública, tendo em vista os constantes acidentes que lá acontecem e que já ceifaram muitas vidas.



Um questionamento que precisa ser feito neste momento. Ao invés de se discutir aqui na região o que fazer, porque não fazem isso diretamente em Porto Alegre, no DAER, cujo comando está nas mãos do partido do deputado Schmitt?


Postado por Sarico as 09:50 e tem 9 comentarios
9 Comments:
Anonymous Anônimo disse...

que palhaça. tudo politicagem. ora fazedr audiência publica para saber da situação das nossoas rodovias. todo mundo tá careca de saber o que é preciso. coisa de quem quer se promover politicagem. alguém ousa arriscar quem:

31 de outubro de 2011 11:28  
Anonymous Anônimo disse...

Concordo com o post das 11:28, o cara aquele so quer estar na midia, nao faz nada e quer ficar aparecendo, debater o que nao tem que ser debatido, o quer tem de trazer as soluções.

31 de outubro de 2011 17:40  
Anonymous Anônimo disse...

o sarico está certo,direto em poa, aqui não se resolve nada só perde-se tempo, tempo esse que poderia ser aproveitado em soluções urgentes daqui

31 de outubro de 2011 21:12  
Anonymous Anônimo disse...

seria interessante apontar a necessidade de um redutor de velocidade entre tapera e lagoa dos tres cantos, sem acostamente e sem responsabilidade de certos condutores que não respeitam as placas de sinalização as pessoas que precisam transitar a pé por aquele treho estão completamente expostas, aliás já mudei o rumo de minhas caminhadas, lá está muito perigoso, mas tem pessoas que não tem como mudar de trajeto.

31 de outubro de 2011 21:18  
Anonymous Anônimo disse...

Participei da audiencia publica.E acho que o problema das nossas rodovias está na questão das cargas pesadas dos caminhões. Precisa urgente uma fiscalização em relação ao limite do peso das grandes cargas.Pois assim aposto que teremos mais durabilidade nos asfaltos.Nenhum politico presente na audiencia se deu conta disso...
Muito interressante tambem a participação da Escola 8 de Maio que vem interagindo os alunos aos assuntos relacionados a politica brasileira,ou seja mostrando que a expressão o Analfabeto Politico tem que ser extinguida.

31 de outubro de 2011 23:16  
Anonymous Anônimo disse...

O ANALFABETO POLITICO
Opior analfabeto é o Analfabeto politico.
Ele nao ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos politicos.
Ele nao sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do rémedio, dependem das decisões politicas.
O analfabeto politico é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia politica.
Nao sabe que da sua ignorancia politica nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o politico vigarista, pilantra, o corrupto lacaio dos exploradores do povo.
Bertold Bretch

31 de outubro de 2011 23:24  
Anonymous Anônimo disse...

As reivindicações da comunidade de Vila Raspa já não foram documentadas e enviadas ao DAER? Qual o sentido deste "teatro" aqui na região se as decisões serão tomadas lá?
A apresentação desse nosso vereador "ator", deve ser encenada em Porto Alegre. Soluções e não ilusões.

1 de novembro de 2011 10:30  
Anonymous Anônimo disse...

o custo do teatro:

vinda dos deputados e diretores de porto alegre. diárias, viagem, tempo, acho que em torno de:

R$ 5.000,00

Foldfers ( material de qualidade)acho que

R$ 1.000,00

Tempo e combustível gasto pelas pessoas que participaram ( inclusive eu) acho que

R$ 1.000,00

custos de divulgação imprensa local e regional ( RBS) acho que

R$ 2.000,00


acho eu que o custo do teatro ontem foi em torno de R$ 10.000,00

já dava para colocar pelo menos uns taxões para reduzir a velocidade na Vila Raspa. mas fazer o que né?

um teatrinho político é melhor.

1 de novembro de 2011 23:34  
Anonymous Anônimo disse...

CONHEÇO E CONCORDO COM O analfabeto politico de BERTOLD BRETCH. mas não é por causa disso que concordo com teatros políticos como aquele que vi na vila raspa. afinal acho que bretch não era teatrologo.

1 de novembro de 2011 23:38  

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

?timos Posts

O Inter, o Beira Rio, a construtora e a Copa
ENEM
Aldo Rebelo
O Brasil e a ONU
A tradição prossegue
Série Prata 2011 – 3ª Fase
O jogo da vida do América
Recordação do Amador
Corrupção
Porto Alegre é a capital mais separatista do Sul d...

Arquivos

Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012

 

 

 

WM INTERNET