ff

Blog do Sarico - (54) 8135 1778 - fabiocrestani11@gmail.com
sexta-feira, 6 de janeiro de 2012
E o Cotê firme e forte

Esta semana, vendo o jornal Integração das Cidades, vi uma foto do Cotê, uma das figuras históricas de Tapera. Ninguém sabe ao certo a sua idade, nem a sua história. O certo é que eu era menino e o Cotê já era velho. O homem deve estar próximo dos 110 anos. Se não tiver mais.

Quem conhecia bem o Cotê era o falecido Arnor Presser, proprietário do saudoso Café Diana. O Arno conhecia seus familiares, que eram do interior de Espumoso. Segundo ele, o Cotê teria vindo para Tapera muito jovem. Imagine você o jovem Cotê lá nos anos 70.


É bom lembrar de uma figura que certamente faz parte da história de Tapera, sendo por ela imortalizada. São poucos os que conseguem isso. E assim é a vida. Você pode fazer muito e ter muito e não terá garantia de que sua memória será imortalizada. E ai surge alguém que, sem fazer ou ter nada, entra para a história por apenas ser, como o velho Cotê. A vida brinca com a gente de diversas formas e a nós só cabe aceitar. Então, se não pudermos fazer, o melhor é sermos, nos dar bem com os outros e ajudá-los.


O Cotê, que mora no Lar do Idoso José e Rosalina Koehler e é tratado como um rei tem muitas histórias. Eu sei uma porção delas. Dia desses me contaram que quando o pessoal do Lar do Idoso precisa vir para o centro, o Cotê vem junto e quando param na Praça Dr. Avelino Steffens, ele não desce do carro com medo de que o deixem em sua velha morada. A Praça, juntamente com a Prefeitura velha, foram sua morada por décadas, até ser levado ao Lar do Idoso pelo falecido Lucindo Rotta.


O Cotê deve saber muitas histórias de Tapera e de sua gente. Pena que ele esteja impossibilitado de colocá-las no papel ou mesmo de contá-las.


Vida longa ao Cotê.


Postado por Sarico as 10:50 e tem 11 comentarios
11 Comments:
Anonymous Anônimo disse...

Saí de Tapera em marco de 1969, isto é, há mais de 42 anos atrás.
Já, naquela época falavam que o Sebatião Cotê tinha uns 100 anos.
Fiquei surpreso quando vi a foto dele no blog. Está mais jovem e feliz. Para min o Cotê tem entre 130 à 140 anos. Deve ser o cidadão mais idoso do Brasil. Vamos chamar a Zero Hora para investigar a idade/paternidade e divulgar Tapera na pessoa do ilustre Sebastião COTÊ.
Um Abraco a todos.

6 de janeiro de 2012 19:27  
Anonymous Anônimo disse...

O "cote" naceu um pouco pra la de vila raspa, ficou um tempo no interior de espumoso e mais tarde quando tinha uns 35 anos veio morar na vila tapera, antes de virar município.
Hoje ele deve ter em torno de 115 a 120 anos de idade. é o que penso.

7 de janeiro de 2012 14:36  
Anonymous Anônimo disse...

Impossível não lembrar, e peço desculpas antecipadas pelo mau gosto.
Mas quando vi a foto do "Cotê", a primeira coisa que me lembrei foi do estado que pode ficar aquele crítico implacável e irascível do PT, depois que o STF declarar extinto o mensalão, não importando porque.
Imagino que, sem esta bandeira para se esconder, a prostração será a mesma.

7 de janeiro de 2012 16:05  
Anonymous Anônimo disse...

Mau gosto?

Faça a sua parte, então.

7 de janeiro de 2012 16:19  
Anonymous Anônimo disse...

16:05, a mais alta corte deste País esta “emplacada”. Foi colocada lá pela companheirada. A ministra gaúcha já entrou “emplacada”. O STF até pode absolver a quadrilha, mas a imprensa mundial já noticiou e noticia aquilo que foi chamado de o maior escândalo político da história do Brasil. Essa maioria que tu te refere não pensa e se pensa tem outras intenções. A minoria que é contra pensa e é justamente esta que lembrará desse caso absurdo que aconteceu exatamente quando o Brasil se prepara para integrar o Primeiro Mundo. No Brasil nada me surpreende. Nada! Uma vergonha!

7 de janeiro de 2012 16:24  
Anonymous Anônimo disse...

19:27

Tem que chamar o zero hora mesmo, pois podemos estar com a pessoa mais velha (quem sabe do mundo) em nossa cidade...

7 de janeiro de 2012 16:34  
Anonymous Anônimo disse...

Quem chama desgraça recebe.

Eu nem sabia que o Cotê tava vivo.

Gente quando era menina eu corria de medo dele. Buscar um picolé no Diana tinha o preço de encontrar o Cotê na avenida. Não, não, não.

Parabéns pela tua matéria Sarico.

7 de janeiro de 2012 16:37  
Anonymous Anônimo disse...

Ah, já sei:

"A ditadura da minoria", como diria o Geisel, de indigesta memória.

Acho que tua sugestão é, tratando em miúdos, que o PT desista do govêrno, peça desculpas pelo estrago, admita que perdeu a eleição e entregue-o de mãos beijadas para o prícipe FHC, a quem cabe de direito a administração desse país.

E de lá do interior do presídio de Espumoso, nós, os 72 % da população, aguardaremos a notícia da privatização da Petrobrás, que foi a última que faltou.

7 de janeiro de 2012 17:41  
Anonymous Anônimo disse...

Nos anos 70 o Cotê já não era jovem, se é que ele tem 11 anos mesmo...

7 de janeiro de 2012 18:52  
Anonymous Anônimo disse...

E o Cotê de cabelo preto ainda!

7 de janeiro de 2012 18:55  
Anonymous Anônimo disse...

eu levei uma bengalada do cote a 40 anos atras, acho que ele ja devia ter 65 anos na epoca...ele deve ter descoberto a fonte da juventude!!

7 de janeiro de 2012 20:49  

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

?timos Posts

Cidade gaúcha será a primeira com cobertura de ban...
Fernando Bezerra: A bola da hora
Por que os poderosos adoecem?
“Spam social” é a nova ameaça na internet
A lenta decadência da indústria japonesa
BKR Sports apresenta tênis do América
Presente
As nossas crianças
Polícia x Polícia
Carro elétrico

Arquivos

Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012

 

 

 

WM INTERNET