ff

Blog do Sarico - (54) 8135 1778 - fabiocrestani11@gmail.com
sexta-feira, 27 de janeiro de 2012
Emater não fala mais sobre prejuízos na agricultura do Estado

A Emater foi proibida de prosseguir calculando os prejuízos da safra de grão do Rio Grande do Sul.

Acontece que a estatal só vinha passando informações erradas.


Postado por Sarico as 09:36 e tem 11 comentarios
11 Comments:
Anonymous Anônimo disse...

O PT estragou até a EMATER....mas que barbaridade....assim nào dá é muita reunião...E O PROBLEMA SÃO OS CARAS DE Porto alegre ...nào o pessoal que trabalha no campo....FIQUE BEM CLARO ISSO

27 de janeiro de 2012 10:19  
Anonymous Anônimo disse...

Culpa do PT é? Puxa os caras tão levando a culpa até pela falta de chuva e safra ruim. Vão f... com o estado de vez. Ah, Ah, a risada é pelo PT e não pela calamidade que assola o nosso estado. Aliás duas: Pena do estado pela seca. Pena maior do estado pelo PT que de tão ruim, chato e esnobe leva pau te todos e consegue até seca.

27 de janeiro de 2012 10:57  
Anonymous Gervásio Paulus disse...

Prezado Fábio Crestani,

A propósito da nota divulgada no teu blog "Emater não fala mais sobre prejuízos causados pela seca", venho fazer os seguintes esclarecimentos:

1) A Emater possui um núcleo de dados vinculado à Gerência de Planejamento que faz, quinzenalmente, a coleta e análise de informações sobre a situção das principais culturas no estado, a saber: arroz, feijão, milho, soja e, no inverno, trigo;

2) Esse serviço é reconhecido tanto no estado como nacional e internacionalmente, por sua seriedade e elevada credibilidade. Tanto é assim que, em visita recente à Emater-RS, um técnico do USDA - Departamento de Agricultura dos EUA, Sr. Oliver Fleck, declarou que a Emater é uma das fontes de informações mais confiáveis no Brasil, com relação a dados sobre a situação das lavouras;

3) Portanto, não procede a informação de que "a Emater foi proibida de falar" e que "só passava informações erradas". Muito pelo contrário, a Emater-RS é inclusive uma referência, como fonte de informações confiáveis, para os principais meios de informação do estado. Recentemente, no dia 12 de janeiro, quando foram divulgados dados referentes à situação das principais culturas no período do início de janeiro, na sede da Emater-RS, em que estiveram presentes dois Secretários de Estado, além de dezenas de jornalistas dos principais veículos de comunicação, que foram repercutiram amplamente as informações repassadas.

4) A metodologia adotada pela Emater-RS para estimativa de perdas baseia-se na média histórica dos últimos 10 anos, acrescida de um incremento tecnológico para cada cultura, e possui uma base de dados que cobre a ampla mairia dos municípios que cultivam as culturas informadas, ponderando essas estimativas com as áreas cultivadas proporcionalmente em cada município. Não usamos diretamente os dados da safra anterior porque eles podem não ser representativos de uma série histórica, como ocorreu na safra anterior, que foi uma super-safra, a maior já colhida no estado, ou como certamente será a deste ano, que ficará abaixo da média em razão da estiagem. Ainda assim, para fins de comparação, fazemos a estimativa de produção também em relação à safra imediatamente anterior. Ainda a título de esclarecimento, tomo a liberdade de repassar em anexo as informações referentes à primeira quinzena de janeiro.

Finalmente, quero te pedir, democraticamente, que publiques na íntegra esse meu esclarecimento no teu blog, com o intuito de esclarecer também os teus leitores. Ao mesmo tempo, coloco-me à disposição para maiores esclarecimentos a respeito do assunto.

Cordialmente,


Gervásio Paulus
Diretor Técnico da Emater-RS

28 de janeiro de 2012 21:19  
Anonymous Anônimo disse...

Democraticamente quero pedir também ao blogueiro que publique a minha também.

Sou testemunha ocular das notícias erradas e tendenciosas publicadas neste blog. Quando se tem fontes inconfiáveis e notícias plantadas, é necessário ter mais cuidado na publicação. Sempre tem alguém que acredita e outro que verifica.

Como amigo e leitor, peço ao Sarico mais cuidado com a escolha dos textos e veracidade deles. Afinal, por pior que seja, ainda é o único lugar onde se pode publicar alguma correção.

Aqui mesmo, como se poder ver, um leitor já saiu dando tiros para o ar, conforme o costume, aproveitando a dica do blogueiro. Um reverbera o outro e a mentira passa por verdade. É a miniatura da mídia nacional.

Parabens ao Gervásio Paulus que teve a coragem de esclarecer uma falsa notícia, mostrando por a mais b, com quantos paus se faz uma canoa. E nos mostrando um pouco mais de como funciona esse orgulho chamado EMATER.

Um abraço, Gervásio.

30 de janeiro de 2012 08:31  
Anonymous Anônimo disse...

Durante a seca a imprensa da capital noticiou que a quebra da safra no RS era de 20%. Os dados eram da Emater. Na reunião que tivemos ai em Tapera conversando com o pessoal o número foi bem outro: 80%. A Emater errou, sim. E feio.

30 de janeiro de 2012 09:34  
Anonymous Anônimo disse...

Que fiasco!

31 de janeiro de 2012 09:25  
Anonymous Gervásio Paulus disse...

“Durante a seca a imprensa da capital noticiou que a quebra da safra no RS era de 20%. Os dados eram da Emater”.Para que período? Para qual cultura? (soja? Milho? Arroz? Feijão?). Para que região do estado? Para qual município? A Emater não divulga dados aleatórios, descontextualizados. É óbvio que as perdas variam de cultura para cultura, de município para município, de região para região. No caso do arroz, por exemplo, que possui uma área no estado em torno de 1,2 milhões de hectares cultivados (um pouco maior que do milho), as perdas estimadas (tanto pela Emater quanto pelo Irga ou pela Conab) são inferiores a 8%, pois essa é uma cultura sabidamente irrigada em quase 100%. No caso do milho, as perdas variam de menos de 10 a mais de 80%. Por isso, não se pode generalizar. Nós apresentamos os dados com as médias ponderadas, por cultura e por região (conforme já enviei para o responsável por este blog) e não um número qualquer, que não tenha correlação com a base de dados municipal, regional e estadual.
Gervásio Paulus

31 de janeiro de 2012 14:38  
Anonymous Anônimo disse...

Gervásio Paulus:

O grande segredo da dissimulação é misturar dados diferentes e épocas distintas com regiões vizinhas. Com um pouco de experiência você consegue construir qualquer resultado, e tão pertinho da verdade que quase não parece mentira. Por isso são importantes os dados e as fontes utilizadas.

O grande desafio ao blogueiro, nesta altura dos acontecimentos, é explicar melhor ao que se referiu e a que fontes recorreu, para desafiar o depoimento assinado pela Emater, sob pena de passar por tendencioso. E sem utilizar pseudônimo.

Caso contrário, vai ser um fiasco mesmo.

31 de janeiro de 2012 23:32  
Anonymous Anônimo disse...

O Gervásio mostrou especificamente a metodologia que a Emater utilizou.

Porque o Sarico não mostra que tipo de metodologia, ou que fonte utilizou, especificando melhor onde foi que a Emater errou?

Assim fica parecendo que usou um terceiro para generalizar mais ainda, comprometendo o bom nome da Emater. Isso é jornalismo?

1 de fevereiro de 2012 22:01  
Anonymous Anônimo disse...

Vale ainda ressaltar que é a própria mídia gaúcha que, no geral, esconde a estiagem. É fácil entender (pra quem quer): a retração econômica faz com que as empresas cortem as verbas de publicidade, inflando menos os cofres dos nossos probos grupos de comunicação.

Quanto ao viés ideológico que o blog assume de vez, bom dizer: estamos todos vendo.

3 de fevereiro de 2012 11:37  
Anonymous Anônimo disse...

É só balão.

3 de fevereiro de 2012 17:59  

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

?timos Posts

Dano ambiental
Prefeito escritor
Carnaval no Aliança
Decoração fora de época
Gates: "Brasil tem de ajudar países pobres"
BBB12
Taperense Wangler será titular no jogo do Caxias, ...
Série Ouro: Inter poderá não vir
Quadra do Poliesportivo está sendo pintada
Desrespeito no trânsito continua em Tapera

Arquivos

Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012

 

 

 

WM INTERNET